Notícia Moçambique Especial, Março 1974 - contra-capa on Flickr.

Carregar na imagem para ver em tamanho 736 x 1000.
Na contra-capa, o edifício do Banco Nacional Ultramarino.

Notícia Moçambique Especial, Março 1974 - contra-capa on Flickr.

Carregar na imagem para ver em tamanho 736 x 1000.

Na contra-capa, o edifício do Banco Nacional Ultramarino.

Notícia Moçambique Especial, Março 1974 - 56 on Flickr.

Carregar na imagem para ver em tamanho 2181 x 1485.
A ficha técnica, e publicidade à COOP.

Notícia Moçambique Especial, Março 1974 - 56 on Flickr.

Carregar na imagem para ver em tamanho 2181 x 1485.

A ficha técnica, e publicidade à COOP.

Illustração Portugueza, No. 101, January 27 1908 - 24 on Flickr.

Carregar na imagem para ver em tamanho 866 x 1305.
Relato da vitória no Cuamato. Nas imagens: preparativos de recepção na ponte sobre o rio Cunéne; o governador geral ao passar sobre a ponte, vendo-se a lancha Cunéne; e o governador passando revista às tropas."A região do Ovampo é essencialmente plana, apenas cortada por ligeiras ondulações. As partes mais baixas formam as chanas cobertas de esplendido capim capaz de alimentar milhares de cabeças de gado. O solo é aqui argiloso, alagando-se no tempo das chuvas e tornando-se intransitavel. As partes um pouco mais elevadas estão em geral cobertas de matto, onde abunda especialmente o mutialt, que n’alguns pontos chega a ter dimensões razoaveis."

Illustração Portugueza, No. 101, January 27 1908 - 24 on Flickr.

Carregar na imagem para ver em tamanho 866 x 1305.

Relato da vitória no Cuamato. Nas imagens: preparativos de recepção na ponte sobre o rio Cunéne; o governador geral ao passar sobre a ponte, vendo-se a lancha Cunéne; e o governador passando revista às tropas.

"A região do Ovampo é essencialmente plana, apenas cortada por ligeiras ondulações. As partes mais baixas formam as chanas cobertas de esplendido capim capaz de alimentar milhares de cabeças de gado. O solo é aqui argiloso, alagando-se no tempo das chuvas e tornando-se intransitavel. As partes um pouco mais elevadas estão em geral cobertas de matto, onde abunda especialmente o mutialt, que n’alguns pontos chega a ter dimensões razoaveis."
Notícia Moçambique Especial, Março 1974 - 55 on Flickr.

Carregar na imagem para ver em tamanho 2145 x 1470.
Artigo sobre a expansão dos transportes no território."O que acaba de se ler conduz-nos à lembrança não só daqueles que têm contribuído para os êxitos da DETA, começando pelo primeiro grupo da arrancada, quando se contavam por horas os serviços prestados, mas também de todos quantos em cerca de trinta e seis anos (tantos são os da existência da Direcção de Exploração dos Transportes Aéreos), se lhe têm dedicado com maior desinteresse e o mais acendrado espírito de bem servir, uns e outros dignos do maior reconhecimento."

Notícia Moçambique Especial, Março 1974 - 55 on Flickr.

Carregar na imagem para ver em tamanho 2145 x 1470.

Artigo sobre a expansão dos transportes no território.

"O que acaba de se ler conduz-nos à lembrança não só daqueles que têm contribuído para os êxitos da DETA, começando pelo primeiro grupo da arrancada, quando se contavam por horas os serviços prestados, mas também de todos quantos em cerca de trinta e seis anos (tantos são os da existência da Direcção de Exploração dos Transportes Aéreos), se lhe têm dedicado com maior desinteresse e o mais acendrado espírito de bem servir, uns e outros dignos do maior reconhecimento."
Notícia Moçambique Especial, Março 1974 - 54 on Flickr.

Carregar na imagem para ver em tamanho 2136 x 1472.
Artigo sobre a expansão dos transportes no território."É já longo o caminho percorrido, sobretudo quando recordamos que a DETA iniciou as suas carreiras regulares com dois pilotos, três mecânicos e dois rádio-telegrafistas, e hoje tem ao seu serviço centenas de pessoas, desde o Pessoal de Voo de Operações, de Manutenção até aos outros serviços da complicada máquina de transporte aéreo, que funciona como as suas similares doutros países."

Notícia Moçambique Especial, Março 1974 - 54 on Flickr.

Carregar na imagem para ver em tamanho 2136 x 1472.

Artigo sobre a expansão dos transportes no território.

"É já longo o caminho percorrido, sobretudo quando recordamos que a DETA iniciou as suas carreiras regulares com dois pilotos, três mecânicos e dois rádio-telegrafistas, e hoje tem ao seu serviço centenas de pessoas, desde o Pessoal de Voo de Operações, de Manutenção até aos outros serviços da complicada máquina de transporte aéreo, que funciona como as suas similares doutros países."
Illustração Portugueza, No. 101, January 27 1908 - 23 on Flickr.

Carregar na imagem para ver em tamanho 874 x 1305.
Relato da vitória no Cuamato. Nas imagens: a companhia de marinha no ângulo S.; e um bivaque da coluna na face da retaguarda."O Cunéne fóra da epoca das chuvas é vadiavel em muitos pontos, especialmente nos annos de secca, sendo notaveis n’esta região o vau do Cacúma, o vau do João e o de Cácua. É navegavel para embarcações de pequeno calado desde perto do Mulondo até á Dongoena."

Illustração Portugueza, No. 101, January 27 1908 - 23 on Flickr.

Carregar na imagem para ver em tamanho 874 x 1305.

Relato da vitória no Cuamato. Nas imagens: a companhia de marinha no ângulo S.; e um bivaque da coluna na face da retaguarda.

"O Cunéne fóra da epoca das chuvas é vadiavel em muitos pontos, especialmente nos annos de secca, sendo notaveis n’esta região o vau do Cacúma, o vau do João e o de Cácua. É navegavel para embarcações de pequeno calado desde perto do Mulondo até á Dongoena."
Illustração Portugueza, No. 101, January 27 1908 - 22 on Flickr.

Carregar na imagem para ver em tamanho 874 x 1305.
Relato da vitória no Cuamato. Nas imagens: chegada das tropas ao Cunéne; o forte Roçadas e o rio Cunéne; e oficiais de serralheiro no forte."Um facto curioso nos m’lolas é que a agua nem sempre corre na mesma direcção. Explica-se isto pela pequena inclinação que tem n’esta região o leito do rio, que faz com que, quando passa a cheia, haja em pontos mais a juzante um nivel muito superior aos leitos das m’lolas, do que resulta refluir a agua em sentido inverso ao curso habitual, voltando novamente para traz logo que a cheia passou."

Illustração Portugueza, No. 101, January 27 1908 - 22 on Flickr.

Carregar na imagem para ver em tamanho 874 x 1305.

Relato da vitória no Cuamato. Nas imagens: chegada das tropas ao Cunéne; o forte Roçadas e o rio Cunéne; e oficiais de serralheiro no forte.

"Um facto curioso nos m’lolas é que a agua nem sempre corre na mesma direcção. Explica-se isto pela pequena inclinação que tem n’esta região o leito do rio, que faz com que, quando passa a cheia, haja em pontos mais a juzante um nivel muito superior aos leitos das m’lolas, do que resulta refluir a agua em sentido inverso ao curso habitual, voltando novamente para traz logo que a cheia passou."